Pop or Not| Logan

Logan, o último filme de um dos X-Men mais queridos pelo público estreou hoje e a gente comenta tudo o que achou (sem spoilers!).

Vamos mandar a real logo de cara: O FILME É ÓTIMO. Enrolação pra que, não é mesmo?

Logan é, de longe, o melhor filme solo do mutante com garras de adamantium, e até mesmo dos últimos longas do X-Men em que ele aparece. Ele abre mais um ano de estreias explosivas, mas já deixa a sensação de que os outros estúdios terão que se esforçar muito para atingir o nível de qualidade.

A história se passa em 2029, quando o mundo está diferente e quase não há mais mutantes. Wolverine, que ganha a vida trabalhando como motorista, foge de seu passado e de seus problemas mantendo-se bêbado quase que o tempo inteiro, mas ainda sim cuida de seu mentor, Charles Xavier. Ambos envelheceram e sentem o peso da idade em seus corpos e também em seus poderes. Um dia, Logan é procurado por um mulher que contrata seus serviços de motorista para fugir de uma organização e é aí que conhece a garotinha Laura e toda a história se desenrola (como eu disse, nada de spoilers). Mas você pode imaginar que a partir daí, a “paz” em que ele e Xavier viviam vai por água abaixo.

logan4

O filme é um grande bálsamo aos fãs que acompanharam a personagem desde sua estreia nos cinemas, em 2000, e amargaram com seus outros longas sofríveis, trazendo um fim digno a sua extensa história de forma excelente. E violenta. Logan é absolutamente não recomendado para crianças ou pessoas impressionáveis, já que tem MUITO sangue e MUITOS palavrões, sem dó. É definitivamente um filme para pessoas mais maduras e que já tem alguma proximidade com a história do personagem.

Mas não há só violência. Há também muita emoção, afinal é um filme de despedidas. Por isso vá preparado, principalmente para a cena final.

Outro ponto importante a destacar são as atuações memoráveis de Patrick Stewart, como Professor X (e aparentemente também sua última vez na pele do mutante), e Hugh Jackman, além da novata Dafne Keen, que dá vida a Laura. Os três entregaram performances cheias de sentimento e conseguiram arrancar risadas, muitos olhos arregalados e algumas lágrimas de todos os espectadores na sala.

Agora que o fim chegou, só podemos torcer para que outros personagens tão icônicos quanto ele surjam nos próximos filmes, mas de uma coisa temos certeza: mesmo que outro ator seja escalado para viver o mutante Wolverine em algum reboot futuro, Hugh Jackman será para sempre o verdadeiro Logan.

nota_LOGAN

E o que VOCÊ achou da despedida de Hugh Jackman? Conte pra gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *